quarta-feira, setembro 20, 2006

 

Os Diálogos da Nação: sobre a escolha do novo PGR: um diálogo entre um Primeiro-Ministro e um líder da oposição

PM - Tá? Está lá?? (Foda-se que o anão caixa de óculos está a fazer-se difícil)
LO - Estou, estou... ESTOU!!!! (este manhoso deve estar a preparar alguma).
a ligação estabelece-se
PM - Olá Querido, como estás? Vi-te na televisão e parecias maior. Estavas com os teus sapatos ortopédicos ou em cima de algum assessor?
LO - Não filho. Tu é que estavas a olhar de cima de alguma burra. Que é que foi desta vez? Não assino mais nada, caralho, só o que o Cavaco disser.
PM - Não é para assinares nada, deixa-te disso. Além do mais se eu quisesse que assinasses alguma coisa, não te perguntava nada. Informava a imprensa. Não, é por causa do novo PGR. Já sabes que temos de mudar o velho...
LO - Então quem é que vais pôr no poleiro da justiça?
PM - Olha, lembrei-me daquele gajo da perinha. Que é que achas do tipo?
LO - Épá esse não. Esse gajo é só judeus e o camano. É tudo para nos f..d.r.
PM - Então e o outro, aquele que te perdoou as multas no passado.
LO - Chi pá, esse também não. Esse tipo não perdoa nada, é tudo com interesse
PM - Então e o Pinto Correia. Lembras-te dele? O gajo já foi presidente do conselho de justiça da FPF e tudo, meu. Estamos garantidos.
LO - Quem?
PM - O Correia Pinto, mon. O gajo instruiu mais de 200 processos de corrupção quando teve na procuradoria. E mais de 190 foram arquivados por falta de provas, por prescrição ou... sabe-se lá porquê... porque sim. É o que interessa pá. O que é que achas?
LO - Se o gajo vem do futebol parece-me bem. Precisamos de alguém que conheça bem toda a gente e como o sistema funciona. É porque o sistema tem de funcionar caralho. É para isso que estamos na política, ou não?
PM - Sim, sim abelha, o que tu queres sei eu. Estás-me a dizer que estes serves os interesses instalados e que não vai bulir com o pessoal não é? Era o que eu pensava, dread. Sabes que a gente pensa, não é como alguns (pisca o olho ao assessor mais próximo).
LO - Tá bem, prontos. E já disseste alguma coisa ao PR?
PM - Não. É preciso?
LO - Épá, tu é que sabes. O gajo ainda está um bocadito amerdalhado por causa da Segurança Social, que tu não quiseste assinar um acordo comigo (ainda te vais foder, diz entredentes).
PM - .... pois. Se calhar é melhor. O gajo gosta das fotos e dos bolinhos das vernissages...
LO - Faz o que entenderes. Ainda vamos ao W, mai logo?
PM - Tu és mazé malhuco, bacano. Ainda tenho de fazer aquela cena do TGV senão o PCE não dá guito (...o traidor, rosna).
LO - Tá bem. Olha beijinhos na boca para ti e para os teus queridos.
PM - Tá bem Zé Gato. Vai mamar na quinta pata. Até breve.
clic....

todas as semelhanças entre personagens e situações actuais resultam de puras coincidências

Comments: Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?